WR Construtora
Área do Cliente WR Construtora

Notícias

19/11/2019

Tudo o que você precisa saber sobre o síndico

Morador ou profissional, são muitas as funções que o cargo exige, além de conhecimento e dedicação de tempo.

Todo condomínio tem, obrigatoriamente, um síndico para administrar as demandas do empreendimento e também dos moradores. Se antes o mais comum era que um morador assumisse a função, hoje em dia a figura do síndico profissional cada vez mais ganha espaço. Independentemente de quem esteja à frente do cargo, é importante ter conhecimento que são muitas as atribuições do síndico, desde organizar os pagamentos, cobrar inadimplentes, monitorar obras e serviços, cuidar dos funcionários. Um cargo que exige muito conhecimento, organização e também disponibilidade de tempo, além de paciência e uma boa comunicação. Veja tudo que você precisa saber sobre o síndico, seja para se tornar um ou até mesmo para acompanhar as atividades do que está à frente do seu condomínio.

 

Funções

Além de fazer a administração do condomínio, o síndico também tem outras tarefas. “A lei prevê um rol de exigências, o que ele deve obrigatoriamente fazer para o condomínio. De forma recorrente, ele tem que convocar assembleia, cobrar inadimplentes, fazer cumprir a convenção, representar o condomínio nas ações judiciais e também em órgãos públicos fora do juízo, organizar o orçamento e prestar contas. Essas são algumas das atribuições”, explica Marcelo Fonseca, sócio da Karpat Sociedade de Advogados, membro da Comissão de Direito Condominial da OAB/SP e especialista em direito imobiliário e questões condominiais.

Mas o cargo de síndico é muito importante e vai além dessas funções. “Ele vai responder pelas omissões também. Se ele deixa de fazer alguma obra necessária, por exemplo, ele é responsável. Tudo o que envolve o condomínio e sua administração é de sua responsabilidade”, acrescenta.

 

Rotina

A rotina de um síndico é bastante complexa justamente por conta da quantidade de funções que o cargo exige. Por isso, é importante ter o máximo de planejamento e organização para não ter nenhum problema. “Se o síndico estabelece um cronograma, ele consegue se organizar para fazer uma boa gestão. Por exemplo, as assembleias ordinárias para aprovação de contas e previsão orçamentária são anuais, então dá para se organizar antes”, explica Marcelo Fonseca. Além disso, o síndico também precisa estabelecer uma rotina de comunicação com os moradores.

“É de suma importância que ele comunique os condôminos o que tá acontecendo diariamente, se precisa fazer uma obra. Além disso, o síndico precisa estar ligado e contratar empresas responsáveis que façam laudo de engenharia, chamar os Bombeiros ou Defesa Civil para laudo. Se o síndico faz todo esse trabalho, ele resguarda todo o condomínio e, com certeza, vão gostar do trabalho”, acrescenta.

 

Caixa

Uma outra preocupação importante do síndico é manter o caixa do condomínio em dia. “Duas questões podem afetar demais o caixa, que são as obras que precisam ser realizadas e nem sempre são programadas e outra é a inadimplência. Imagina que o condomínio fique sem dinheiro para pagar as contas de consumo, como água e luz, sem mencionar os funcionários, que podem ingressar com ações trabalhistas. Se o síndico está atento, notifica e entra com ação judicial, isso previne demais a inadimplência. Até porque se o condômino não pagar pode até perder o apartamento“, ressalta Marcelo Fonseca.

 

Profissional

Diante de tantas atribuições, é fato que o síndico precisa dispor de tempo para administrar o condomínio. E também precisa ter bastante conhecimento para dar conta de tudo. Por isso, hoje em dia, além dos moradores que assumem o cargo, existem também os síndicos profissionais, que podem ser pessoas de fora do condomínio, contratadas para exercer o cargo. “Foi-se o tempo que o síndico era um senhor aposentado, que tinha tempo para isso. Hoje ele tem muitas funções, é um cargo de muita responsabilidade e, em muitos casos, demanda que seja alguém profissional, que tenha visão administrativa e tempo para olhar as contas e obras”, afirma Marcelo Fonseca.

A escolha entre um síndico morador e um profissional é dos próprios condôminos e depende muito do perfil do condomínio. “Existem muitos moradores que se tornam síndicos orgânicos e não precisa contratar um profissional porque esses podem dar certo. Mas em outros condomínios os síndicos que são moradores acabam errando bastante e atrapalham a gestão. Por último, em alguns casos, nenhum morador quer ter a responsabilidade de ser síndico. Nestes dois últimos casos, pode vir o profissional, que tem experiência no assunto”, explica Paulo Melo, presidente da Associação Brasileira de Síndicos e Sindícos Profissionais (Abrassp).

 

Custos

O que é fato é que, tanto no caso do síndico morador como profissional, o condomínio deverá arcar para que a pessoa que assumiu a administração exerça o cargo. É comum que “Nos dois casos haverá algum tipo de despesa porque em ambos deve haver um prolabore. É comum, em muitos condomínios, o morador que exerce o cargo ficar isento de pagar as despesas do condomínio. Já o profissional, muitas vezes, responde como pessoa jurídica, emite nota de prestação de serviço e não precisa recolher imposto como INSS”, detalha Paulo Melo.

Fonte: https://revista.zapimoveis.com.br/tudo-o-que-voce-precisa-saber-sobre-o-sindico/

 

 

 

Artigos Relacionados

30/07/2018

Reabertura do stand Reserva da Lagoa em Juazeiro do Norte

No dia 07 de julho, o stand do empreendimento Reserva da Lagoa, em Juazeiro do Norte, foi reaberto ao público, ...
Ler mais
02/09/2019

Após salto nas vendas, setor imobiliário aposta em retomada do mercado

Negócios em São Paulo destoam do desempenho de meses anteriores, mas ainda está calcado no Minha Casa Minha Vida   ...
Ler mais
27/06/2019

Com o Hotel Ibis, Juazeiro se fortalece como destino turístico

O Município de Juazeiro do Norte tem se fortalecido cada vez mais como destino turístico no território nacional. Um ...
Ler mais

Precisa de ajuda?

Fale agora com nossos corretores!

Entre em Contato

Escolha a unidade mais proxima e entre em contato com a
WR Engenharia.